Interpretação de Gênesis 23



Interpretação de Gênesis

Interpretação de Gênesis 23


A Morte e o Sepultamento de Sara. 23:1-20.
1,2 Sara . . morreu em Hebrom. Aos 127 anos de idade Sara morreu, deixando Abraão vergado pela dor. O amor dele por ela fora genuíno e meigo. Ela fora a sua "princesa". Podemos bem imaginar que durante as horas negras e as felizes, ela foi um arrimo constante para a sua fé e uma fonte de força em toda a sua jornada. Eles tinham se mudado de Berseba para Hebrom, uma cidade a 28,8 kms ao sul de Jerusalém. Isaque tinha agora trinta e sete anos de idade. Em sua tristeza Abraão revelou algo da dignidade da sua alma que caracteriza o forte homem de Deus. Além de gemer e manifestar sua dor audivelmente, ele chorou. As palavras hebraicas para lamentar e chorar transmitem ambas as idéias.
3-20. No devido tempo, contudo, levantou-se do chão, local de lamentação, e corajosamente foi tratar dos negócios referentes à sepultura e ao sepultamento propriamente dito. Em lugar de levar o corpo de Sara de volta para Harã ou Ur, preferiu escolher um sepulcro na terra que Deus lhe dera. Negociou com os nativos hititas e comprou, por uma quantia considerável, a caverna de Macpela, para que a sua família tivesse um local adequado para todos os sepultamentos no futuro. Ao negociar com os proprietários, Efrom e os outros, intitulou-se estrangeiro e morador naquela parte do mundo, indicando que sua origem era estrangeira e o seu período de permanência na terra incerto. Os filhos de frete (hititas) chamaram-no de príncipe de Deus, (v. 6). Eles o estimaram muito. Macpela, uma caverna dupla, tornou-se a sepultura de Sara, Abraão, Isaque, Rebeca, Jacó e Lia. Anos mais tarde foi tomada pelos maometanos e construiu-se uma mesquita sobre ela.



Mais estudos bíblicos sobre o Livro de Gênesis

Interpretação de Gênesis 23 Interpretação de Gênesis 23 Reviewed by Biblioteca Bíblica on segunda-feira, julho 11, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.