Interpretação de Gênesis 8



Interpretação de Gênesis

Interpretação de Gênesis 8


8:4. As montanhas de Ararate. Depois de 150 dias, a arca repousou sobre um dos picos de uma alta cordilheira na Armênia. Urartu, palavra acadiana cognata de Ararate, usada em antigos documentos para designar a Armênia. A montanha atualmente chamada Ararate tem 5.204,92 ms.
A história do dilúvio babilônico, que faz parte da Épica Gilgamesh, conta que o seu herói, tal como o Noé bíblico, construiu uma arca, introduziu nela espécimes do reino animal e, depois do dilúvio ancorou no Monte Nisir, a leste do rio Tigre.
20. Levantou Noé um altar (mizbêah) ao Senhor. Quando Noé saiu para a claridade do novo dia, a coisa mais natural que tinha a fazer foi encontrar um local de terreno elevado para edificar um mizbêah. Foi o primeiro altar edificado sobre a terra purificada. Noé reconheceu o fim do trágico juízo e o despontar de um novo dia de esperanças e promessas. Edificar o altar foi sua maneira de expressar seu louvor e ação de graças a Jeová.
Ele ofereceu holocaustos (‘ôlâ). A palavra holocaustos deriva-se do verbo 'eileih, “subir”. A sugestão aqui é que, quando o sacrifício é consumido, a fumaça sobe a Deus, levando, em certo sentido, a gratidão e a adoração do ofertante. Foi um sacrifício verdadeiramente propiciatório (cons. II Sm. 24:25), oferecido em sincera adoração, partindo de profunda gratidão. E assim o Deus eterno foi agradado. Noé encontrou favor diante dEle.



Mais estudos bíblicos sobre o Livro de Gênesis

Interpretação de Gênesis 8 Interpretação de Gênesis 8 Reviewed by Biblioteca Bíblia on segunda-feira, julho 11, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.