Interpretação de Gênesis 42



Interpretação de Gênesis

Interpretação de Gênesis 42


A Primeira Visita dos Irmãos. 42:1-38.
1-8. Então desceram dez dos irmãos de José, para comprar cereal do Egito. A Benjamim, porém . . , não enviou Jacó na companhia dos irmãos. . . para que não lhe suceda, acaso, algum desastre. Quando a fome apertou em Canaã, e a morte por falta de alimentos parecia inevitável, Jacó compreendeu que era preciso procurar alimento em algum outro lugar. Enviou seus dez filhos ao Egito para comprarem cereal. Manteve Benjamim em casa como um consolo. Quando os dez irmãos se apresentaram diante do governador do Egito para comprar cereais, não o reconheceram como seu irmão. Doze ou mais anos tinham-se passado. O esguio jovem que venderam transformara-se em homem adulto. Estavam diante dele, a figura mais importante da terra do Egito. Sua linguagem, suas roupas, seu porte de oficial e sua posição serviram-lhe de disfarce. Mas José reconheceu seus irmãos imediatamente.
9-12. Quando acusou seus irmãos de serem espias, apenas chamou a atenção deles para a mais óbvia explicação de sua vinda. Os egípcios tinham conhecimento de que sua fronteira oriental era especialmente vulnerável, e por isso temiam os povos asiáticos. José acusou os dez homens de terem vindo ao Egito para descobrirem os pontos fracos na defesa da fronteira, a fim de passar a informação a possíveis invasores.
13-24. Quando os homens lhe falaram de seu pai e seu jovem irmão, exigiu uma prova de honestidade deles. Um deles, disse, devia voltar para casa e trazer o mais jovem ao Egito enquanto os demais permaneceriam na prisão. Depois de manter os homens em prisão por três dias, José sugeriu uma solução mais fácil de manter um deles como refém, enquanto os outros nove voltariam para casa com os cereais. Simeão foi o escolhido para ficar na prisão (v. 24). Era o segundo filho de Jacó, e a tradição conta que era o mais cruel de todos os irmãos.
21-24. No decorrer da conversa, José viu que seus irmãos estavam grandemente preocupados e cheios de remorso. Sentiu a lealdade deles para com Jacó e o sólido espírito de família. Chorou quando se lembrou de antigamente e do sofrimento que aqueles homens tinham-lhe causado com sua hostilidade e crueldade, reconhecendo que havia agora uma transformação.
25-38. De volta a Canaã, um dos filhos de Jacó fez a perturbadora descoberta de que o seu dinheiro se encontrava à boca do seu saco com cereal. E quando o grupo chegou em casa e todos esvaziaram os seus sacos, descobriram que cada um tinha a sua trouxinha de dinheiro no saco. Ficaram admirados e alarmados com a descoberta. O mistério do dinheiro, a detenção de Simeão e a notícia de que o governador do Egito queria ver Benjamim – tudo foi demais para o idoso Jacó. Sua tristeza e seu medo foram esmagadores. E ele não concordou de maneira nenhuma que o seu filho mais moço voltasse ao Egito com os outros.

Mais estudos bíblicos sobre o Livro de Gênesis

Interpretação de Gênesis 42 Interpretação de Gênesis 42 Reviewed by Biblioteca Bíblica on domingo, julho 10, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.