Interpretação de Êxodo 17



Interpretação de Êxodo

Interpretação de Êxodo 17

(Interpretação da Bíblia)



17:1-7. Água da rocha de Refidim.
Do planalto do Deserto de Sim, uma série de vales que levam diretamente ao Monte Sinai. Um destes, o Wadi Refavid, há quem diga ser o vale de Refidim.
2. Contendeu. Criticou, Tentais, Experimentais. Era a incredulidade que os levava a duvidar da fidelidade de Deus (v. 7).
6. Horebe. Usado nas Escrituras como termo intercambiável com Sinai. Pode ter uma referência mais ampla, à cadeia de montanhas da qual o Sinai é um dos picos. Em Refidim, então, Israel se aproximava do final de sua viagem imediata. Ferirás a rocha. Uma explicação natural deste milagre tem sido apresentado, dizendo-se que certas formações rochosas nesta área são simplesmente uma fina camada de calcário que poderia se partir com o golpe de uma vara, permitindo a água sair. O apóstolo Paulo nos diz que “a pedra era Cristo” (I Co. 10:4). Sejam quais forem os meios que Deus usou, o fato importante é que ficou manifesto aos israelitas que o seu auxílio vinha do Senhor.
7. Massá. Provando (tentaram), do verbo usado em 17:2. Meribá, Desavença, traduzido para “contendeu” no versículo 2.
8. Amaleque era uma tribo, ou grupo de nômades ferozes e vorazes, tal como os beduínos de hoje. Embora descendessem de Esaú (Gn. 36:12), não faziam parte da nação de Edom. De acordo com Dt. 25:18, atacaram Israel por trás, assaltando covardemente os peregrinos “abatidos e afadigados”. isto explica o severo juízo de Êx. 17:14.
9. Esta é a primeira vez que Josué aparece, destinado a ser o grande sucessor de Moisés.
10. Hur. A tradição judia faz dele o marido de Miriã (Jos. Antiq. III. 2:4).
11. Comentadores, antigos e modernos consideram quase unanimemente este ato de Moisés como um ato de oração, Como tal, expressou uma atitude de dependência de Deus que determinou o resultado da batalha, e serviu para demonstrar a realidade desta dependência a todo o povo. “A batalha que Israel enfrentou contra este inimigo possuía um significado típico em relação a toda a futura história de Israel. Ela (Israel) não conquistaria apenas pela espada, mas só alcançaria a vitória pelo poder de Deus, que viria do alto por meio da oração” (KD).
13. Desbaratou. Dizimou, invalidou, prostrou.
15. Jeová-nissi. O Senhor é a minha bandeira.
16. O Senhor jurou. Literalmente, uma mão sobre o trono de Jeová. Algumas autoridades bíblicas preferem nes, “bandeira”, em vez de kes, “trono” e traduzem assim, uma mão sobre a bandeira do Senhor (R.S.V.); ou, juramos lealdade à bandeira do Eterno (Moffatt). Este deveria ter sido um voto feito por Moisés e, assim, uma advertência ao povo de Israel de se empenhar em cumprir o propósito de Deus (v. 14).

Mais estudos bíblicos sobre o livro de Êxodo: Introdução ao livro de Êxodo; Esboço do livro de Êxodo; Estudo do livro de Êxodo; Teologia do livro de Êxodo; Panorama do livro de Êxodo; Significado do livro de Êxodo; Estudo devocional do livro de Êxodo; Comentário do livro de Êxodo; Autoria do livro de Êxodo; Escopo e Propósito do livro de Êxodo

Interpretação de Êxodo 17 Interpretação de Êxodo 17 Reviewed by Biblioteca Bíblia on quarta-feira, janeiro 20, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.