Provérbios 9:1-18 — Significado e Explicação



Provérbios 9:1-18 — Significado e Explicação

Provérbios 9:1-18

Significado e Explicação



9.1 — Aqui reside o contraste definitivo entre loucura e sabedoria. Cada uma delas oferece um banquete para a vida (v. 1-6) e outro para a morte (v. 13-18). Entre essas duas seções há uma parte (v. 7 -12) que fala das consequências da vida de sabedoria versus a de insensatez. Assim como em Provérbio 1.20, no versículo 1 do capitulo 9 o termo hebraico traduzido como “sabedoria” esta no plural, e não no singular, para chamar a atenção. “Sete colunas”. Nesta expressão, o número sete representa a completude, conforme é comum na poesia semítica. Ou seja, não é que houvesse literalmente sete colunas, mas sim que a casa da sabedoria tinha firmeza e caráter substancial.

9.2,3 — Dentre os alimentos do banquete da sabedoria constavam carne e vinho, servidos sobre uma bela mesa (Pv 7.14). A carne recém-abatida era o diferencial do banquete nos tempos bíblicos. Já o vinho era um gênero precioso no antigo Israel; mas em banquetes especiais, o anfitrião acrescentava temperos aromáticos ao vinho, acentuando o aroma e melhorando o gosto (Ct 8.2). Tudo isso contrasta com a atitude da mulher insensata. Enquanto a sabedoria ocupa-se em cuidar de cada detalhe como uma anfitriã zelosa, a insensatez se senta a porta de casa sem ter o que fazer (v. 14) A sabedoria manda suas criadas correrem a cidade para convidar as pessoas para o jantar.

9.4-6 — A sabedoria faz questão de convidar para o seu banquete os simples, quer dizer, aqueles que ainda não se decidiram pelo caminho que tomarão na vida (Pv 1.4; 7.6). Com as palavras “pão e vinho”, a sabedoria promete vida. A pessoa que se aproxima da sabedoria não tem nada a perder senão sua ingenuidade. Leia Hebreus 5.14, onde fala da pessoa madura como aquela que é capaz de desfrutar bem do alimento sólido e alcançar o crescimento espiritual, enquanto a ingênua só consegue beber leite e continuar sendo menino na fé (Hb 5.13).

9.7-9 — “Escarnecedor” ou “zombador” é quem se opõe frontalmente a sabedoria (Pv 1.22), escarnecendo do que é de Deus (SI 1.1). Como a pessoa deve reagir ao zombador? O melhor é nem dar resposta. O sábio, por sua vez, aceita ser corrigido e reage com gratidão ao que apontou o seu erro. O sábio sempre aceita criticas construtivas; fica implícito que ele é uma pessoa humilde (Pv 3.7; 9.10; 11.2).

9.10-12 — O temor do Senhor é o tema central do livro dos Provérbios (Pv 1.7). A única maneira apropriada de aproximar-se do santo Deus é com temor, ou seja, reverência. O termo “Santo” é um nome plural e majestoso da palavra hebraica que poderia ser traduzido como o Santíssimo ou a quintessência da santidade. A expressão para ti mostra que você mesmo sentirá os efeitos de sua sabedoria ou insensatez; é impossível escapar deles.

9.13-18 — Esta parte faz uma paródia dos versículos 1 a 6. Nos seis primeiros versículos deste capítulo, a sabedoria personifica o valor da sabedoria. Já nesta segunda parte (v. 13-18), é a vez de a insensatez ser personificada, comparada neste caso com uma mulher louca. Ela fala em voz alta, e inconsequente, estridente, indisciplinada e não sabe coisa alguma (Pv 7.10-12). Ela grita as mesmas palavras que a sabedoria usa (compare o v. 16 com o v. 4), mas com uma diferença: ela não tem nenhum banquete maravilhoso para seus convidados, mas apenas comida ordinária, furtada e escassa. Embora receba muita atenção, seu convite só faz sentido para os faltos de entendimento.


Índice dos capítulos:

Provérbios 1 Provérbios 2 Provérbios 3 Provérbios 4 Provérbios 5 Provérbios 6 Provérbios 7 Provérbios 8 Provérbios 9 Provérbios 10 Provérbios 11 Provérbios 12 Provérbios 13 Provérbios 14 Provérbios 15 Provérbios 16 Provérbios 17 Provérbios 18 Provérbios 19 Provérbios 20 Provérbios 21 Provérbios 22 Provérbios 23 Provérbios 24 Provérbios 25 Provérbios 26 Provérbios 27 Provérbios 28 Provérbios 29 Provérbios 30 Provérbios 31

Outros estudos do livro de Provérbios:

Cf. Teologia do Livro de Provérbios
Cf. Introdução ao Livro de Provérbios
Cf. Esboço do Livro de Provérbios

Provérbios 9:1-18 — Significado e Explicação Provérbios 9:1-18 — Significado e Explicação Reviewed by Biblioteca Bíblica on terça-feira, abril 09, 2013 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.