Os Saduceus no Novo Testamento




Os Saduceus no Novo Testamento

Os Saduceus no Novo Testamento



A origem desta seita judaica não pode ser definitivamente traçada. Foi provavelmente o resultado da influência dos costumes gregos e da filosofia, durante o período de dominação grega. A primeira vez que eles são mencionados é em conexão com o ministério de João Batista. Eles saíram até ele quando estava nas margens do Jordão, e ele disse-lhes: “Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira vindoura?” (Mat 3:7) A próxima vez em que são mencionados, eles são representados como provando ao nosso Senhor. Ele os chama de “hipócritas” e “uma geração má e adúltera” (Mat 16:1-4; 22:23). A única referência a eles no Evangelho de Marcos (Mar 12:18-27) e em Lucas (Luc 20:27-38) é a tentativa de ridicularizar a doutrina da ressurreição, que negavam, como também negavam a existência de anjos. Eles nunca são mencionados no Evangelho de João.

Havia muitos Saduceus entre os “ancião” do Sinédrio. Eles parecem, de fato, ter sido tão numerosos quanto os fariseus (Atos 23:6). Eles mostraram o seu ódio a Jesus em participar de Sua condenação (Mat 16:21; 26:1-3, 26:59; Mar 8:31; 15:1; Luc 9:22; 22:66). Eles tentaram proibir os apóstolos de pregar a ressurreição de Cristo (Atos 2:24, 2:31, 2:32; 4:1, 4:2; 5:17, 5:24-28). Eles foram os deístas, ou céticos, da época. Eles não aparecem como uma seita separada, após a destruição de Jerusalém.


Fonte: M.G. Easton M.A., D.D., Illustrated Bible Dictionary, 1897.

Os Saduceus no Novo Testamento Os Saduceus no Novo Testamento Reviewed by Biblioteca Bíblia on quinta-feira, dezembro 17, 2009 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.